30 março 2011

Meu namorado me viciou em Doritos.

AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAEEEEEEEEEEEEEEEEEE

Não sei se alguém que me conhece consegue entender como estou me sentindo. Não me formei, não consegui o emprego da minha vida, não entrei na residência que queria, etc, nada disso, entrei no internato, só isso.
Foi tão difícil, foi tão chorado, tão sofrido esse meu curso que eu preferia não ter passado por nada disso, e talvez devesse ter mudado de curso no meio do caminho. Mas eu sou tão teimosa...
Não acabou, mas pra mim é o início do fim. Finalmente. Depois é depois. E hoje eu to feliz pra CARALHO!

"All my life I've been searching for something
Something never comes never leads to nothing
Nothing satisfies but I'm getting close
Closer to the prize at the end of the rope "

21 março 2011

Lou-cã

Sorrateira, entrou no meu quarto escondido (enquanto eu estava em outro cômodo da casa) e ficou se esfregando na cama pra tirar a roupinha (está frio). Quando me viu pulou rapidinho e foi pra sua própria cama (pq ela tem uma) e ficou lá com cara de cão que caiu da mudança. Palhaçona!

Observação do cotidiano - dentro do ônibus

Não pude deixar de notar os garotos de seus 15, 16, 17 anos. Usam boné e brincos em sua maioria. Muitas vezes têm as duas orelhas furadas, e usam brincos nas duas. Até aí, ok, até normal, não fosse pela óbvia referência a jogadores de futebol que ostentam brilhantes em suas orelhas , enquanto esses garotos usam plástico que brilha.

Silêncio

Porque está indo tudo bem, e porque eu tenho medo que dê tudo errado.

17 março 2011

relatividade

- Mas vc já vai se formar?
- Já?
- É, passou tão rápido...
- Rápido pra quem? Tô há quase 10 anos na faculdade!
- Rápido pra mim.

13 março 2011

"Não sei ... se a vida é curta ou longa demais pra nós, mas sei que nada do que vivemos tem sentido, se não tocamos o coração das pessoas. Muitas vezes basta ser: colo que acolhe, braço que envolve, palavra que conforta, silêncio que respeita, alegria que contagia, lágrima que corre, olhar que acaricia, desejo que sacia, amor que promove. E isso não é coisa de outro mundo, é o que dá sentido à vida. É o que faz com que ela não seja curta, nem longa demais, mas que seja intensa, verdadeira, pura. Enquanto durar..."
(Cora Coralina)

08 março 2011

Carnaval

- Vamos dar uma volta?
- Vamos, onde vc deixou o bote?