27 setembro 2010

"É que às vezes eu me desentendo comigo mesmo."

25 setembro 2010

PÁRA TUDO!

Estava lendo os arquivos deste blog e percebi que o blog virou um desabafo chato sobre pés-na-bunda. Um mais do mesmo que já dura 3 anos. Fiquei até triste.
A minha vida tem se restringido a faculdade, homens e sexo. Que merda! Eu sou muito mais, ou muito menos, que isso.
Realmente estou chateada com isso.
O blog era pra ser divertido pra mim, e para meus 2 leitores (hehe). Ironia, sarcasmo, deboche, invenção, realidade, mas com humor (acho). O blog era sobre nada e qualquer coisa.
Tenho textos engraçadinhos de que gosto bastante.
Me perdi na estrada de tijolos amarelos. =S

23 setembro 2010

Pessoa

"Não sei quantas almas tenho.
Cada momento mudei.
Continuamente me estranho.
Nunca me vi nem acabei.
De tanto ser, só tenho alma.
Quem tem alma não tem calma.
Quem vê é só o que vê,
Quem sente não é quem é,
Atento ao que sou e vejo,
Torno-me eles e não eu.
Cada meu sonho ou desejo
É do que nasce e não meu.
Sou minha própria paisagem;
Assisto à minha passagem,
Diverso, móbil e só,
Não sei sentir-me onde estou.
Por isso, alheio, vou lendo
Como páginas, meu ser.
O que segue não prevendo,
O que passou a esquecer.
Noto à margem do que li
O que julguei que senti.
Releio e digo : "Fui eu ?"
Deus sabe, porque o escreveu."

16 setembro 2010

Sobre aquilo

O céu estava diferente. Era azul, mas não o azul habitual, era azul-acinzentado. Tudo estava meio cinza, o céu também. Saí. Foquei no chão e assim segui.
As pessoas passavam por mim, mas não tinham rostos, eu não os via, via seus pés, mas não prestava atenção.
Foquei no chão e pensava não sei em quê. Eram tantos pensamentos desorganizados, e vinham tão rápido que muitos eram como flashes dentro da minha cabeça.
Olhei para o céu mais uma vez, e por distração caí. Se abriu um buraco na rua e eu caí, o buraco se fechou logo que caí. Fiquei no escuro, num espaço pequeno, mas confortável, silencioso. Só conseguia ouvir meus pensamentos, meus medos gritando.
Era desesperador. Fui obrigada a ficar em minha companhia. Me esqueci do que iria fazer na rua, mas não fazia diferença. Me concentrei na escuridão que não me assustava, no silêncio que se revelava e na dor que sentia, uma dor que vinha não sabia de onde e não sabia porquê. A sentira antes....
Não parecia que envelhecia, mas não sabia mais. Era obrigada a ficar em minha companhia e por isso obrigada a me conhecer. Era insuportável.
Até que um dia o chão se abriu de novo e eu consegui sair, como que brotasse. O céu era azul habitual e eu estava mais velha, mas não mais sábia, a dor era ao menos suportável e simplesmente não me reconhecia.

"É que "quem sou eu?" provoca necessidade. E como satisfazer a necessidade? Quem se indaga é incompleto." (Clarice Lispector)

15 setembro 2010

Interessante...

Disseram-me que meu olho brilha quando falo de Cirurgia. Eu nem tinha percebido.
*********************
Pode ser que eu seja mais interessante de longe.

13 setembro 2010

E aquela sensação de "ferrei com tudo" que não vai embora?

Então...

No meio do meu processo de desistência conheço uma pessoa, uma daquelas q eu imaginava. Lindo, um fofo, e eu estava sendo bem tratada, acarinhada, querida, e achando tudo ótemo. Infelizmente pra mim, que já me ferrei pra KCT nesta cidade e por isso estava desistindo, só consegui ser "arredia". E o que acontece? Eu levo um fora via sms, de madrugada. Ótemo! Tô feliz pra caramba!

12 setembro 2010

Stranger Things Have Happened (Foo Fighters)

goddamn this dusty room
this hazy afternoon
i'm breathing in the silence like I've never before
this feeling that i get
this one last cigarette
as i lay awaken and wait for you to come through the door
oh maybe, maybe, maybe i can share it with you
i behave i behave i behave so i can share it with you

you are not alone dear loneliness
you forgot but i remember this
so stranger, stranger, stranger things have happened i know
i'm not alone dear loneliness
i forgot that i remember this
so stranger, stranger, stranger things have happened i know, oh ohh, oh ohhh

and i dream about somewhere, a smoke will fill the air
as i lay awaken and wait for you to walk out that door

i can change, i can change, i can change
but who you want me to be?
i'm the same, i'm the same, i'm the same, what do you want me to be?
you are not alone dear loneliness
you forgot but i remember this
so stranger, stranger, stranger things have happened i know oh ohh, oh ohh

i'm not alone dear loneliness
i forgot that i remember this
you're not alone dear loneliness
you forgot but i remember this
oh stranger, stranger, stranger things have happened i know

i'm not alone dear loneliness
i forgot that i remember this
oh stranger, stranger, stranger things have happened i know oh ohh, oh ohh, oh ohhh

08 setembro 2010

Quem sabe?

Pode ser que não seja nada disso... pode ser!


Pode Ser
Pedro Mariano

Já me acostumei com a insegurança
De quem não quer sofrer
A paixão certeira que nos alcança
Quem poderá prever

A profundidade e o envolvimento
Não dá pra controlar
A longevidade do sentimento
Só o tempo dirá

Pode ser
Uma nova ilusão
Pode ser
Esse meu coração
Ou será o amor, ou será

Quando a tua boca me rouba um beijo
Sinto meu chão rachar
Amo teus contornos, em ti me vejo
Dentro do teu olhar

Mas bem lá no fundo me bate um medo
Medo de me entregar
Quase todo mundo tem um segredo
Me ajuda a desvendar

03 setembro 2010

Porque de onde menos esperamos daí que não vem nada mesmo..... ou não ne!?

http://www.youtube.com/watch?v=P5DLAQ76HaY

01 setembro 2010

Lisongeada, mas achando estranho

- Você está bonita.
- Obrigada.
- Você é muito bonita. Não sei porque você não tem namorado.
- Aquela cidade é estranha, só as feias têm namorado. ;)

Meus 3 nerds preferidos

"- Você podia vir dia 27, a gente vai fazer uma festa.
 - Tem algum motivo especial essa festa?"

Que saudade...
Decidi ir, corri atrás de patrocínio e fiquei na expectativa a semana inteira.
Jungle, Sidnelson e mestre dos magos se formando?CARÁLEO, que maneiro! E pensei no tempo em que nos conhecemos, nas conversas pelo msn nos últimos meses, nas conversas das férias passadas, nas dificuldades em entregar projeto, o cansaço e os sacrifícios de que tanto falavam. Como eu estava feliz por eles!
Fui. Viagem horrorosa... mais frio dentro do que fora do ônibus. Cansaço o dia todo, mas ok, a festa era a noite...
De cara, melhor, de bunda estava Sid e eu ouvi um Iá (característico) de Lucks quando me viu. Abraço gostoso de saudade em meus nerds preferidos. E tinha BÔNUS, Ricardo, Yuri, Tati.
Até a minha tattoo foi zoada (pra variar) com o clássico "florzinha pernão".
Eu fui porque eu sou amiga pra caramba, só não sei se eles sabem disso. E participar da festa, da bebedeira, como poucas vezes participei e eu estava em pé no fim.
E tinha mais! Foo Dancers e Over Jam com o barulho bom de que sinto falta. "Everlong é sua!" Agora Everlong é minha! HAHAHA
Surpreendentemente eu pensei em voltar pra lá depois que meu tormento aqui terminar porque naquele final de semana, ali era meu lugar. E eu fiquei "feliz" de novo!
- Dona Ru, a viagem valeu a pena?
- Mesmo se a festa tivesse sido horrível teria valido a pena.

***
Ah, e a música que ficou na minha cabeça o fim de semana todo foi Us (Regina Spektor).