19 outubro 2006

sono e irritação

Chegando à rodoviária do Rio, a Milu bêbada por causa do sedativo, eu com sono e irritada por que a Milu estragou o zíper da caixinha de transporte, atravessei a rodoviária pelo pátio dos ônibus, chegando à área de embarque 1 guarda vem correndo na minha direção e assoviando, antes que ele chegasse perto eu já peguei a Milu no colo e continuei em direção ao guichê.
No guichê o atendente me perguntou se o cachorro tinha documentação. Tem. Pode me apresentar?Posso ver? Eu a levantei para que pudesse vê-la. O cara levou um susto e depois caiu na risada, o outro atendente não parava de rir e quando eu percebi o que fiz não agüentei, ri muito.
Bom, quase não me deixaram embarcar com ela, porque a piranhuda tinha estragado a caixa e não queria ficar lá dentro.

18 outubro 2006

inutilidade do dia

Você acredita que alguém não saiba fazer brigadeiro???
Eu não sei. Eu sei quais os ingredientes, sei juntá-los, mas ele fica mole. Por mais que eu mexa, por mais tempo que fique no fogo, continua mole.
Ridículo, eu sei, mas me frustra!
Aí eu engano, coloco biscoito de maizena e vira "palha italiana".

***********
Tá, voltando às coisas "sérias". Tô indo pra Petrópolis, infelizmente não pra ficar, e volto pra essa merda aqui.

***********

Eu odeio morar nesta cidade!

16 outubro 2006

E...



E se der certo??
E se eu conseguir passar na prova de transferência???
Tá, eu não quero ficar em Vitória, em Petrópolis tem sido difícil, outra alternativa.
Caraca, dá medo mudar as coisas de uma hora pra outra!!

06 outubro 2006

Sobre morrer na praia

É verdade, a sensação é essa mesmo. E se pensar bem é o que está acontecendo.
Nada do que deveria estar acontecendo no momento está acontecendo, houve um retrocesso, e nem adianta que eu não vou parar de reclamar.
Ação. É a palavra mais usada no momento por quem está por perto. Muito fácil falar, mas me dar idéia de como agir, alguém diz?? Não. Porque não tem o que fazer!!!

*****************

Sobre o emprego.
Ainda não me deram resposta sobre o emprego. Fiz uma entrevista, um teste de vendas, mas até agora o telefona não tocou.

05 outubro 2006

03 outubro 2006

Emprego

Eu nunca tive um salário na vida, nunca precisei trabalhar, ainda não me formei.
Este é o segundo ano em que tento pelo menos um emprego temporário, e eu quero muito.
E é engraçado ter que entregar currículo quando você não tem o que escrever, não tenho experiência, nunca trabalhei antes. Então o que leio é meu histórico acadêmico, e as poucas coisas úteis dentro de uma empresa que sei fazer (mexer no computador, entender um pouquinho só de inglês e entender espanhol), pq de resto... não sei em que poderia me ajudar ter trabalhado uma vez na campanha de vacinação contra poliomielite, ou ter jogado vôlei.
Só tenho torcida pra que dê certo e que consiga pelo menos um lugar que pague legal.
***********
Eu odeio morar neste lugar!