07 março 2006

A despedida

A Bia inventou a despedida mais louca e engraçada que eu poderia imaginar. E valeu muito! Matei minha curiosidade, me embebedei e voltei pra Petrópolis lembrando e rindo de tudo. Foi muito bom, pena que agora nos vejamos tão pouco, sinto saudades!!
**********
Voltei na sexta feira de Carnaval e não me arrependo! Dormi na minha cama, passeei com a minha au-au, assisti a filmes. Tudo o que eu queria do meu carnaval, nada!
**********

2 comentários:

Gibran disse...

Oi amor,
Escrevo para dizer que por aqui tudo continua do mesmo jeito: a mesma aspereza das pessoas, a mesma aridez nas almas, aos poucos me infecto com essa desolação mas basta te reencontrar para sentir cicatrizar as feridas que ganho durante a semana, uma pena o tempo não ser suficiente para cicatrizá-las... Apenas para dar-me a esperança de que um dia isso passa, um dia nos encontraremos todo o fim do dia e, que bom, vou dormir e acordar com teu cheiro e sorriso... Te amo muito um beijão.

Bia disse...

Gostou da despedida? Que bom....
As coisas por aqui continuam na mesma....loucuras com as meninas...sempre...e vc...faz falta...bjos!